Ah, o futebol…

Por que as pessoas gostam de Michel Teló, UFC, novelas e Crepúsculo? Apesar de realmente não saber, eu acho que posso entender. Música, esporte, cinema (e derivados) e literatura são apenas alguns dos assuntos que provocam aquele sentimento chamado paixão. Aquele tipo de coisa que a gente não sabe bem explicar, mas acredita sentir como ninguém mais. E, dentro do esporte, temos o futebol que, na minha opinião, é um dos mais fortes combustíveis para a tal da paixão.

Ah, o futebol… eu sei que, para quem não gosta, é quase impossível entender qual a graça, a lógica e, principalmente, a razão de torcer para um time. Afinal: o salário dos jogadores é provavelmente maior do que o valor que você vai ganhar em um ano (ou na vida); torcer para um clube não te acrescenta em nada e, quando ele vence, você não recebe bonificações – os jogadores, sim; são só 22 caras correndo atrás de uma bola – e eles nem sabem que você existe; o universo do futebol é sujo; todo ano é a mesma história, os mesmos clichês; com tantos problemas no mundo, é sério que você vai se descabelar por futebol? …

… Blá, blá, blá. E não vale a pena, para nenhum dos lados, levar essa discussão adiante. Porque futebol também é paixão e ninguém é obrigado a compreender e a compartilhar. No entanto, eu realmente não entendo (e, não, isso eu nunca vou entender) por que existem pessoas que se acham melhores do que aquelas que gostam de futebol e torcem, sofrem, vibram e choram por um time. E, infelizmente, esse sentimento de superioridade acontece também com outros temas, mas é que hoje está impossível não falar sobre esse.

Bom, como eu sempre digo, ninguém é e nem precisa ser uma coisa só. E eu nem quero as pessoas entendam a complexidade (ou seria simplicidade?) desse sentimento, independente dele ser em relação ao futebol ou não. Só espero, de verdade, que tenham outras paixões. Porque a vida deve ser triste quando nada que não seja a seu respeito é capaz de te inspirar.

Advertisements

2 Comments

Filed under Comportamento

2 responses to “Ah, o futebol…

  1. O problema de viver em “sociedade”, é que isso parece que dá direito a outras pessoas acharem que podem te dizer o que é bom ou ruim. Paixão não se explica, não se entende e muito menos se julga. Pra isso existe o tal do livre arbítrio que nos deixa gostar do que temos vontade de gostar. O resto, a gente ignora… ou melhor, cancela a assinatura e dá unfollow ! haha

    Beijo!

  2. Kivia Nascentes

    Primeiro, adorei o texto.
    Eu odeio futebol, não tenho paciência, mas sei como é ter paixão por alguma coisa do tipo, então, quando eu vejo alguém que é louco por futebol acho que eu tenho um sentimento de compreensão, por esse amor por coisas que só a gente sabe o que provocam na gente.

    beijos!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s