Uma Proposta Irrecusável

Dinheiro definitivamente não é problema para Dougie Tennant. Já Lola Malone precisa trabalhar desde cedo para garantir seu ganha-pão. No entanto, a diferença de classes econômicas não é  um problema para os dois, que mantêm um relacionamento sério e prometem amor eterno um ao outro. Mas, essa não é a opinião de Adele Tennant, mãe de Doug, que acredita que Lola pode fazer com que seu filho desista dos estudos. Para não correr o risco, ela oferece 10 mil libras para que a garota termine o relacionamento e suma da vida dele. A princípio, Lola nem cogita aceitar a oferta, mas, quando descobre que seu padrasto está metido em uma encrenca que pode mudar sua vida drasticamente, ela decide ficar com o dinheiro. Anos depois, por uma obra do acaso, Lola reencontra Dougie e descobre que nunca deixou de amá-lo. Mas será que ele ainda sente o mesmo por ela?

Lola é aquele tipo de protagonista que cativa por ter pelo menos um pouquinho de nós mesmas: batalhadora, dona de si e corajosa. Mas também insegura, sonhadora e atrapalhada. Em nenhum momento eu a julguei por sua atitude. Não sei se faria o mesmo no lugar dela – não por questões morais e, sim, por (falta de) coragem – mas, de qualquer forma, afirmo que a razão que a personagem teve para aceitar a oferta de Adele foi totalmente compreensível.

Gostei muito do estilo de narrativa que Jill Mansell aplicou em Uma Proposta Irrecusável: o narrador é onisciente e isso permite que a história seja contada pela visão de várias personagens – o que a torna mais rica e até divertida (afinal, quem nunca quis saber exatamente o que se passa na cabeça dos outros?). Apesar da onisciência, a autora consegue manter as surpresas até o final e o que achei mais surpreendente ainda é a forma com que ela dribla as nossas previsões: desde o início, você acha que sabe o que irá acontecer com cada personagem. E é claro que você consegue acertar alguns “destinos”, mas outros se revelam realmente imprevisíveis. E, por mais que você esteja certa sobre alguns deles, até chegar ao desfecho, são surpresas atrás de surpresas.

Em Uma Proposta Irrecusável, todos os personagens têm seus segredos e alguns deles permanecem intocados – exatamente como na vida real. A história é original, emocionante e, talvez, com mais baixos do que altos, mas a dramaticidade do enredo é quebrada pelo senso de humor de Lola e seus coadjuvantes. Gostei muito da forma como Jill inseriu histórias secundárias no livro, o que torna a possibilidade de monotonia praticamente nula e ainda faz com que você se envolva com outros personagens (e ainda mais com a leitura, por consequência) que não apenas a protagonista. O único ponto negativo que encontrei no livro é que, depois de uma história enrolada e sem muitas evoluções, vem o desfecho rápido, o que acho que tira um pouco daquele “toque mágico”. Mas esse, sim, entrou para a lista de favoritos =)

Título original: An offer you can’t refuse
Autor: Jill Mansell
Ano: 
2011
Páginas:
414
Tempo de leitura:
 5 dias
Avaliação: 
4,5 estrelas

Mais livros aqui!

Advertisements

7 Comments

Filed under Livros

7 responses to “Uma Proposta Irrecusável

  1. Nossa, esse livro parece tão divertido. Quando li a sinopse pela primeira vez achei que seria um drama, acredita? E quando vi ele pela primeira vez me surpreendi com o tamanho – achei que seria bem menor. Gostei de o narrador ser onsciente, acho melhor quando podemos acompanhar vários personagens. Ótima resenha!

    Beijos

  2. Esse livro deve ser ótimo! Desde que li um livreto com o primeiro capitulo fiquei morrendo de vontade de ler.
    Achei bem legal o fato de você citar que a história possui além da principal histórias secundárias dos personagens coadjuvantes, isso é o faz ser mais interessante e prender o leitor.
    Parabéns pela resenha.

  3. Esse livro é lindo, não?
    Nem vou falar muito aqui, porque sou suspeita (fã n° 1! Haha :D) e se eu começar, não acabo nunca!
    Amei sua resenha!

    Beijinhos,
    http://www.primeiro-livro.com

  4. Oi Nádia!
    Este livro tem jeito de ser ótimo, uma vez participei de uma promoção dele, mas não ganhei :( Ah, e você descreveu A Mediadora de um jeito perfeito.

  5. Pri

    Nossa, para ter entrado na lista dos favoritos deve ser mto bom mesmo. Eu ainda não li, mas vontade não falta. O que falta mesmo é tempo, estou com uma pilha enorme de livros para ler. Mas até o fim do ano, pretendo conferí-lo..

    Ah, obrigada pela visita e comentário e desculpe a demora. Adorei seu espaço.

    BjoO
    Pri
    Entre Fatos e Livros

  6. Esse é um livro que queria ler, e que poderia virar aqueles filmes dramáticos né??? Logo, logo eu leio.

    Bjs

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s